2018 é o Ano União Europeia – China para o Turismo

A ETOA – Associação de Turismo Europeu saúda a designação de 2018 como Ano União Europeia – China para o Turismo, como foi anunciado por Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia, e por Li Keqiang, primeiro-ministro da República Popular da China, na abertura da cimeira UE – China.

A China é o maior mercado emissor de turismo do mundo, tanto a nível do outgoing como de despesas efectuadas. Os destinos europeus têm vindo a reforçar a sua posição neste mercado, atingindo 10,1 milhões de visitantes chineses em 2015, representando 13% de todas as saídas da China.

A ETC – Comissão Europeia de Turismo abriu o seu grupo de operações em Pequim em 2010, e partilhou recentemente o seu vasto conhecimento sobre o mercado chinês. A primeira reunião com agentes de turismo da União Europeia, sobre o programa de 2018, está marcada para Setembro de 2016, na sede da ETC em Bruxelas, ao passo que a 25 de Outubro decorrerá uma discussão com a delegação chinesa, em Pequim.

Tom Jenkins, CEO da ETOA, esclarece que “perceber como os turistas chineses são recebidos e acomodados e como podem as suas expectativas ser cumpridas é um dos temas centrais com que a indústria tem de se preocupar. Esta iniciativa irá ajuda-los a fazê-lo”. Já Eduardo Santander, director executivo da ETC, afirma que esta vai ser “uma óptima oportunidade para a indústria do turismo europeu explorar o mercado chinês, mas também aprender como atrair turistas chineses e a oferecer-lhes a melhor experiência possível”.