39º Congresso APAVT: Governo reduz taxas do RNAVT para metade

A novidade foi dada ontem pelo secretário de Estado do Turismo na abertura do 39º Congresso da APAVT, onde anunciou também que o Fundo de Garantia já ultrapassou o patamar imposto pelo governo, ou seja, os 2 milhões de euros. O secretário de Estado do Turismo foi ao Congresso da APAVT levar uma boa notícia para as agências de viagens: a redução de 50% no valor das taxas devidas ao Turismo de Portugal pela inscrição no Registo Nacional das Agências de Viagens e Turismo. Segundo anunciou Adolfo Mesquita Nunes, as novas taxas deverão entrar em vigor já no início de 2014. “Este será um custo de contexto substancialmente reduzido, que a somar-se às boas notícias quanto ao fundo de garantia, constitui mais um sinal da confiança que o Governo tem no sector do turismo e no sector das agências de viagens”, afirmou Adolfo Mesquita Nunes. Sobre o Fundo de Garantia das Agências de Viagens, Mesquita Nunes anunciou terem sido já ultrapassados os 2 milhões de euros, pelo que as agências só voltarão a ser chamadas a contribuir quando o Fundo estiver abaixo de 1 milhão de euros. “O Fundo ultrapassou, no passado dia 4 de Dezembro, o montante global de depois milhões de euros”, afirmou, acrescentando que isto esta situação permitirá reduzir os custos de operação das agências de viagens, uma vez que “as actuais agências já só são chamadas a contribuir outra vez para o Fundo se este baixar de um milhão de euros”. J.L.E.