?48 horas no Alentejo? com a Soltrópico

Passar 48 horas no Alentejo foi o convite feito pela Soltrópico que cerca de 150 agentes de viagens e muitos parceiros do operador aceitaram, deslocando-se àquela região durante o último fim-de-semana. Os objectivos foram dois: apresentar a programação de Verão do operador e dar a conhecer, ?in locco?, um pouco do muito que a região tem para oferecer aos turistas. Depois de Cabo Verde, Alcobaça e Marraquexe, este ano as ?48 horas Soltrópico?, evento durante o qual, nos últimos anos, o operador apresenta a sua programação de Verão, tiveram como palco o Alentejo ? uma região onde há cada vez mais para ver, fazer e explorar, onde há novos produtos turísticos a serem criados, capazes de atrair gente de todas as idades. Dar a conhecer alguns destes produtos aos agentes de viagens foi também o objectivo destas ?48 horas Soltrópico? porque, como sublinhou o presidente do Turismo do Alentejo, Ceia da Silva, ?os agentes de viagens têm um papel determinante? no desenvolvimento e no crescimento turístico da região e ?só conhecendo o terreno é que podem vender?. Novos produtos turísticos é o que não falta na região, e Ceia da Silva, durante o jantar de sábado, no Évora Hotel, em que a Soltrópico apresentou a sua programação, falou de alguns deles, nomeadamente o produto Parques Temáticos e a Rota Tons de Mármore. A estes juntam-se segmentos como o turismo activo, e a gastronomia e vinhos, que os convidados tiveram oportunidade de experienciar durante as 48 horas passadas na região. Também Miguel Fonseca, administrador da Soltrópico, acentuaria a ideia de que ?os agentes de viagens precisam de conhecer os destinos que vendem?, facto que o levou a anunciar que o operador vai agora enveredar por formas diferentes de dar a conhecer os destinos que programa, em Portugal e no estrangeiro: por um lado, a realização de fam trips ?relâmpago? e, por outro, dando aos agentes de viagens a possibilidade de ?a preço de custo ou mais barato ainda? conhecerem os destinos acompanhados das suas famílias. No primeiro caso, foi já anunciada uma fam trip de 24 horas à ilha de São Miguel que incluirá, por exemplo, um almoço de cozido nas Furnas. Um jantar no Convento do Espinheiro Hotel & Spa serviu de ?arranque? a um fim-de-semana quase alucinante que teria um dos seus pontos altos no sábado, com uma prova de aqua-orientação nas Azenhas da Seda, um daqueles locais quase ?improváveis? que o Alentejo hoje oferece aos visitantes. No mesmo dia, e antes da apresentação da programação do operador, haveria ainda tempo para um encontro com o trade regional em jeito de workshop no qual participaram diversas empresas da região (unidades hoteleiras e empresas de animação turística, entre outras) e para a degustação de vinhos e azeites alentejanos. Já no domingo, os agentes de viagens puderam ainda ficar a conhecer melhor a cidade de Évora durante um animado peddy-paper, após o que puderam visitar a Adega da Cartuxa. M.F.