5º Workshop Internacional de Turismo Religioso consolidou êxito da iniciativa

“Conseguimos pôr de pé aquele é já hoje considerado o maior evento para profissionais de Turismo Religioso”, sublinha Domingos Neves, presidente da ACISO – Associação Empresarial de Ourém-Fátima, que assim se referia ao êxito da iniciativa que este ano girou em torno das comemorações do Centenário de Fátima, de grandes eventos religiosos e das necessárias medidas de segurança.

O seminário “Dando as boas vinda ao Papa: o turismo e os grandes eventos religiosos” foi o ponto alto do 5º Workshop Internacional de Turismo Religioso, que reuniu mais de 700 profissionais do sector no Centro Pastoral de Paulo VI, em Fátima. O êxito desta iniciativa levou o presidente da ACISO a lembrar que “o reconhecimento do Turismo Religioso como produto estratégico para a promoção de Portugal é o culminar de uma luta de muitos anos”.

No primeiro painel, vários oradores estrangeiros apresentaram casos de sucesso que criaram um efeito turístico local positivo a longo prazo. Em foco estiveram grandes peregrinações e eventos como as Jornadas Mundiais da Juventude. Segundo os especialistas, o sucesso do Turismo Religioso fica a dever-se à associação entre a experiência espiritual e o património e conhecimento seculares.

No que toca a grandes eventos, a segurança é sempre uma preocupação, e ela vai estar na ordem do dia quando, a 12 e 13 de Maio se celebrar o Centenário das Aparições e Fátima receber a visita do Papa Francisco. No segundo painel do seminário, responsáveis da GNR e da ANPC garantiram que tudo foi pensado atempadamente e que de tudo será dado conta aos peregrinos através de uma política de comunicação “clara, atempada e direccionada aos diferentes públicos”.

No que diz respeito à segurança rodoviária foram referidas “vias alternativas para chegar a Fátima: as estradas nacionais”, prevenindo assim o engarrafamento da auto-estrada. Quanto ao estacionamento, “fora da Cova da Iria e em torno da cidade de Fátima estão a ser preparadas várias bolsas de estacionamento”. Entre os dias 11 e 13 de Maio o trânsito será condicionado, havendo mesmo momentos em que estará totalmente encerrada a circulação na Cova da Iria, pelo que é importante que as entidades e comércio local estejam antecipadamente preparadas e abastecidas.

O que também está preparado é um alargado sistema de prestação de socorro e assistência aos peregrinos. Neste sentido, há um plano alargado de apoio que estará na rua entre 5 e 21 de Maio, atingido o seu auge de intensidade nas datas de 12 e 13 de Maio. A operação para as comemorações do Centenário de Fátima e a visita do Papa Francisco irá contar com um corpo de 565 operacionais e está organizada em três níveis de acção: o nível um ligado à prevenção de situações de perigo e confusão, o nível dois centrado em toda a afluência de peregrinos nos dias 12 e 13 de Maio, e o nível três, de carácter sigiloso, dedicado a situações excepcionais. Dentro e fora cidade de Fátima haverá pontos estratégicos de actuação para prestar todo o apoio necessário nos dias de maior afluência.

Após o seminário, os trabalhos do 5º Workshop Internacional de Turismo Religioso prosseguiram para as reuniões business to business entre hosted buyers e operadores turísticos nacionais.