A330-300 chega à Air Europa só com classe business

A nova aeronave, baptizada de Francisca Acera, nome da mãe do presidente da companhia, destina-se a viagens de empresas, clubes de futebol e voos de luxo, em curto, médio e longo curso.

A configuração original da aeronave de dois corredores mantém-se, tendo sido por sua vez eliminado um assento em cada fila, para permitir poltronas mais amplas.

O espaço entre as filas foi aumentado para dotar cada assento com o seu correspondente mecanismo de apoio para as pernas e conexões individuais USB para dispositivos móveis, tendo a companhia do grupo Globalia iniciado os trâmites com a Aviação Civil para homologar o sistema de Wi-Fi a bordo.

Com estas alterações, a capacidade passa para 271 lugares em vez dos 388 existentes na habitual configuração deste modelo da Airbus.

Em comunicado, Juan José Hidalgo, presidente de Air Europa explica que “sacrificámos 117 lugares conscientes de que existe um mercado profissional, desportivo, entre outros, que muito valoriza o espaço para o seu equipamento de mão e porão” e que a Air Europa “é a única companhia capaz de oferecer este serviço”.