A330 da TAP com pintura “retro” já fez voo de apresentação

A pintura é aquela que figurou nos aviões da companhia entre as décadas de 50 e 70 do século passado quando a TAP Portugal era ainda Transportes Aéreos Portugueses. O novo A330-300, um dos três que a companhia vai receber este ano, vai ficar adstrito a rotas intercontinentais, voando para as Américas e África.

            

Baptizado com o nome “Portugal”, o novo avião “apresentou-se” esta segunda-feira aos portugueses, em voos baixos em Lisboa e no Porto. A pintura do novo avião faz parte de um conjunto de acções programadas pela companhia para celebrar a ligação entre a TAP e o país.

Com capacidade para 285 passageiros, este Airbus A330-300 é o segundo avião da TAP a receber o nome do País. O primeiro a chamar-se “Portugal” foi um Boeing 747-200, recebido pela TAP em Fevereiro de 1972.

Recorde-se que a imagem escolhida para este avião “retro”, considerada a mais emblemática antiga identidade corporativa da companhia, foi utilizada pela primeira vez no avião Lockheed Super Constellation, recebido pela TAP em Julho de 1955, tendo o Boeing 727-200 sido o último a exibi-la.