A4E: Greves de controladores aéreos estão a destruir a economia europeia

A afirmação da associação Airlines for Europe tem como base as conclusões de um relatório da PriceWaterhouseCoopers (PwC), segundo as quais, entre 2010 e 2017 o impacto das greves de controladores aéreos na economia europeia terá rondado os 13.400 milhões de euros, um valor que segundo a consultora, a aumentar, penalizando sobretudo o turismo.

Com base neste relatório a Airlines for Europe (A4E), associação sedeada em Bruxelas e que junta as maiores companhias aéreas da Europa, considera que “o alarmante aumento das greves dos controladores de tráfego aéreo na Europa, causou estragos nas companhias aéreas, nos passageiros e nos negócios”, com 2018 a estar a “converter-se num dos piores anos”.

Em nota divulgada esta quarta-feira, a Airlines for Europe sublinha que até ao momento, as suas companhias membro foram “obrigadas a cancelar cerca de 5.000 voos” este ano como resultado destas greves, com impacto em cerca de 784.000 passageiros na Europa.

A associação sublinha que estas greves têm um “impacto negativo muito importante nos passageiros, nas economias europeias e no meio ambiente” e “também infringem o princípio de livre circulação de pessoas e bens na Europa”.

De acordo com a A4E, “o turismo é a indústria mais afectada devido ao facto de o cancelamentos de voos para importantes destinos turísticos poderem em risco pequenas e médias empresas”.

Com o objectivo de abordar as contínuas disrupções provocadas pelas greves de controladores aéreos, nomeadamente em França, onde têm sido mais constantes, a A4E propôs a “obrigatoriedade de uma notificação de greve individual com uma antecipação mínima de 72 horas, a protecção dos sobrevoos, assegurando, ao mesmo tempo, que não seja feita em detrimento dos serviços domésticos, e ainda uma garantia de serviços mínimos”.

A A4E lançou mesmo uma petição online em www.keepeuropesskiesopen.com  que pode ser assinada pelos consumidores e que a associação irá depois apresentar em Bruxelas.

O relatório da PriceWaterhouseCoopers sobre o impacto económico das greves de controladores aéreos na Europa está disponível em: https://a4e.eu/wp-content/uploads/2016/10/A4E-Economic-Impact-ATC-Strikes-Final-Report_160929-vf.pdf.