Balanço positivo da 6ª edição dos Workshops Internacionais de Turismo Religioso

O Workshop Internacional de Turismo Religioso “é um evento que tem vindo em crescendo, está a consolidar-se e a repetir a qualidade com que tem sido executado”, afirmou Alexandre Marto, vice-presidente da ACISO, ao fazer o balanço da sexta edição da iniciativa que decorreu em Fátima e na Guarda.

Esta edição, além do turismo católico em Fátima, acrescentou, como novidade o turismo de herança judaica, na Guarda, distinguindo-os das edições anteriores.

De acordo com o vice-presidente da ACISO, entidade organizadora do evento, este ano atingiram-se 150 hosted buyers de 30 destinos, 150 suppliers e 40 expositores, números considerados recordes, “que mostram a universalidade da marca Fátima e do produto turismo religioso”.

Alexandre Marto destacou a presença de profissionais de nacionalidades tão longínquas como da Ásia “em que o número de viagens com apetência para este produto está em crescendo”.

De acordo com o empresário, o evento “é uma oportunidade única para Fátima, mas também para Portugal, que não tem assim tantas âncoras que convençam, por exemplo, os sul coreanos, ou filipinos ou os chineses a meterem-se no avião para nos visitar, portanto, uma das âncoras é Fátima”, para acrescentar que “não somos nem seremos o destino principal de Portugal, mas somos o destino principal para este tipo de segmentos, e esses católicos que visitam o Santuário de Fátima depois transformam-se em turistas no resto do território nacional”.

Por isso, “o reconhecimento das entidades oficiais que Fátima e o turismo religioso são um produto que traz um grande valor acrescentado ao país”, é justo, o que dá confiança à ACISO para começar já a trabalhar no próximo evento, que possibilita aos hosted buyers, muitos já conhecedores do território, de acordo com Alexandre Marto, “revisitarem os seus parceiros, conhecerem novas ofertas e travar conhecimento com outras realidades”, como é o caso dos pré e pós tours que os permitem este ano, além do Centro de Portugal, visitarem as regiões de Porto e Norte, Alentejo, Açores e Lisboa, bem como participarem na BTL.