ACISO promove 2ª sessão de divulgação do projecto Fátima 2017

A ACISO – Associação Empresarial Ourém-Fátima promove na próxima terça-feira, pelas 14 horas, no Steyler Fátima Hotel, a 2ª sessão de divulgação do projecto: “Fátima 2017: acções para consolidar uma marca”, que conta com a presença do presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro, Pedro Machado, bem como do presidente da Câmara Municipal de Ourém, Paulo Fonseca.

Refira-se que em Dezembro teve lugar a 1ª sessão de divulgação deste projecto que nasce de uma candidatura da ACISO a fundos comunitários, que foi aprovada, e que tem como principal objectivo promover Fátima enquanto destino, e reforçar a marca Portugal, trazendo um maior desenvolvimento para a região e consequentemente para o país.

Este projecto é também um esforço conjunto com as entidades oficiais na promoção da marca “Fátima”, do qual nasceram os protocolos de apoio com o Turismo de Portugal e Câmara Municipal de Ourém assinados no decorrer da cerimónia, ocasião em que foi também assinado um Acordo de Intenções com a Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal.

Tendo em conta que este ano se celebra o Centenário das Aparições de Fátima e que o Turismo Religioso é um produto estratégico para o Centro de Portugal, pretende-se a promoção da marca “Fátima”, num conjunto de acções para a sua consolidação, cujos principais objectivos passam por aproveitar a visibilidade mediática do Centenário para promover Fátima, a região e Portugal no contexto do Turismo Religioso.

O protocolo rege-se por várias cláusulas, cabendo à Entidade Regional de Turismo do Centro Portugal, entre outras, desenvolver e editar um manual de vendas de Turismo Religioso, produzir suportes promocionais (flyers), integrar a Comissão de Acompanhamento do projecto, apoiar a ACISO na definição, implementação e avaliação das várias acções e iniciativas, comunicar o projecto nas redes sociais, e dar apoio a press e fam trips culturais com eventual passagem por Fátima.

Á ACISO, cabe a responsabilidade de colaborar activamente com a Turismo Centro de Portugal na definição dos conteúdos dos materiais a produzir e disponibilizar à Turismo Centro de Portugal toda a informação de que esta necessite para a concretização dos seus deveres, bem como assumir o financiamento de outras acções previstas no projecto, através de orçamento próprio e procurando outros parceiros e fontes de financiamento.