Açores: Número de unidades de alojamento aumenta 63%

Entre 2015 e 2016 o número de unidades de alojamento cresceu 63%, mas Marta Guerreiro diz que não se deve apenas à chegada das low cost à região, verificada há dois anos.

Em declarações à Lusa, a secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo considera que este crescimento tem muito a ver com a fase de expansão que os Açores estão a verificar no turismo, para realçar que “tivemos crescimentos bastante significativos no mercado americano, nos Estados Unidos e no Canadá, com rotas que não são servidas por ‘low cost’, onde têm sido feitas campanhas intensas de divulgação do destino e de captação de turistas”.

De acordo com dados da Secretaria regional da Energia, Ambiente e Turismo, em 2015 a região tinha 760 unidades de alojamento e passou a ter 1.239 em 2016, o que representa um crescimento de cerca de 63%. Os aumentos mais substanciais verificaram-se na Terceira (104%), São Miguel (69%) e Pico (64%).

Nos dois últimos anos surgiram nas ilhas sete novas unidades da hotelaria tradicional, mas foi sobretudo o alojamento local que teve maior expressão, que em 2016 já eram mais de mil, enquanto no ano anterior o número era 591.

Actualmente, na região encontram-se em fase de licenciamento 26 unidades de hotelaria tradicional, que correspondem a um incremento de 2.178 camas, numa aposta clara na qualificação do destino.