Açores projectam-se como destino turístico sustentável

A Conferência “Açores 2017: No Rumo do Turismo Sustentável” vai levar à região especialistas nacionais e internacionais, ao mesmo tempo que “assume um compromisso multi-sectorial e uma oportunidade única de projectar os Açores para a cena internacional da sustentabilidade, mas também o reforço e o reconhecimento interno da Região como destino sustentável”.

Foi assim que a secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo, Marta Guerreiro anunciou a realização desta conferência internacional a decorrer nos próximos dias 5 e 6 de Dezembro na cidade de Lagoa, na ilha de São Miguel.

A conferência irá realizar-se no Nonagon, o primeiro Parque de Ciência e Tecnologia da Região Autónoma dos Açores, e por ser “pioneiro na implementação da prática de Green Meetings”, já que a intenção é de fazer um eco-evento, “que seguirá uma metodologia de baixo carbono e alto valor social”.

Na sua intervenção, Marta Guerreiro destacou a importância que o Governo dos Açores deposita nas questões do desenvolvimento sustentável, sendo a criação da Secretaria Regional, que alia a Energia, com o Ambiente e Turismo, uma concretização de um trabalho que tem sido desenvolvido ao longo dos últimos anos.

Com um programa alargado, serão abordados temas como o posicionamento actual dos Açores e de Portugal enquanto destino de Turismo Sustentável, exemplos de destinos com práticas sustentáveis ou momentos de “speed networking”, que reúnem os melhores casos de estudo de boas práticas no turismo sustentável, tanto a nível de alojamentos e operadores turísticos, como também a nível de governação, certificação ou monitorização.

A secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, Luigi Cabrini e

Kathleen Pessolano, da Global Sustainable Tourism Council são alguns dos oradores principais desta conferência.

Durante a conferência de imprensa foi ainda apresentada a plataforma digital da Conferência “Açores 2017: No Rumo do Turismo Sustentável”, por Joana Borges Coutinho, consultora de sustentabilidade de Ethical.

Através do site e das redes sociais, o projecto explica o compromisso das entidades em trazerem a certificação da Região Autónoma dos Açores como destino sustentável segundo os critérios do Global Sustainable Tourism Council.