ADHP: Recursos Humanos são o “grande desafio” para 2018

Quem o afirma é o presidente da Associação dos Directores de Hotéis de Portugal, Raul Ribeiro Ferreira, no rescaldo do XIV Congresso que decorreu no NAU Salgados Palace, em Albufeira, com o objectivo debater os grandes desafios para estes profissionais a curto, médio e longo prazo.

“Melhor gestão do potencial humano – mais rentabilidade, maior retenção de talentos”, “O regulamento geral de protecção de dados – ameaça ou oportunidade?” e “A economia, o turismo e o futuro”, foram alguns dos temas em debate no Congresso onde muito se falou da escassez de mão-de-obra qualificada na hotelaria, com maior relevo na região do Algarve.

Aos congressistas, David Dale, director Internacional da Investor In People foi dizer que“os directores devem liderar, fazer crescer e ser o suporte dos seus colaboradores”, enquanto Vera Champagne do Instituto Internacional de Administração Hoteleira Les Roches, sublinhou que os jovens irão escolher as empresas que, para além do emprego, invistam no seu crescimento e no seu desenvolvimento.

No painel sobre a protecção de dados foram debatidos os requisitos mínimos de segurança a ser implementados, identificação dos principais riscos ao nível dos lucros, reputação, perda de dados pessoais e coimas do regulador. Apesar da constatação de que a tecnologia evolui de forma mais célere que as medidas de protecção, é consensual que mais do que uma ameaça, a nova regulamentação deve ser vista como uma oportunidade para conhecer dados e informações, saber onde os mesmos estão alocados, mas também melhorar processos internos.

Foram ainda abordadas as principais tendências do sector no painel “Economia, Turismo e Futuro”, quer ao nível dos turistas/viajantes, quer ao nível dos profissionais de hotelaria. Apesar de várias incertezas derivadas da mudança social constante, foi possível prever um crescimento exponencial no interesse por “experiências reais” e, no caso das gerações Y e Z, pela tecnologização dos serviços, sobretudo através de aplicações móveis que possam agregar as informações e serviços a ser prestados pelas unidades e agentes hoteleiros.

No rescaldo dos trabalhos, o presidente da ADHP mostrou-se muito satisfeito com a congresso  e deixou claro que “o grande desafio para 2018 está relacionado com os recursos humanos, como tem sido amplamente reconhecido: as baixas remunerações aliadas à falta de carreiras profissionais reconhecidas e consequente dificuldade na construção de carreiras dificulta a retenção de profissionais qualificados. Este e outros temas foram debatidos durante dois dias de intensa actividade e partilha”.