Aeroporto do Porto tem nova área de segurança

O Aeroporto do Porto acaba de aumentar a sua capacidade com a inauguração, na passada quinta-feira, dia 1 de Março, de uma nova área de controlo de segurança e quatro novas linhas de rastreio, integrando novos equipamentos de RX.

Com a inauguração desta nova área, a zona de controlo de segurança do Aeroporto do Porto passa a ter novos sistemas de rastreio, idênticos aos que já tinham sido recentemente implementados em Lisboa e Faro. No Porto, foram agora inauguradas quatro linhas novas, que se espera possam servir 1.200 passageiros/hora, capacidade a adicionar à dos equipamentos já existentes, o que significa um aumento de 60%.

“A capacidade de um aeroporto resulta de uma combinação da capacidade individual de todos os seus subsistemas: check-in, segurança, bagagens até à pista ou mesmo à navegação ou capacidade aérea, por exemplo” explica Thierry Ligonnière, Chief Operating Officer e Administrador da ANA Aeroportos de Portugal. “No caso do Porto, desde 2017 que foram anunciados investimentos que nos permitem servir mais passageiros na zona de controlo de segurança, tendo em vista o aumento de capacidade deste aeroporto, para fazer face ao que prevemos que seja a evolução da procura”, acrescenta.

Os novos equipamentos são pioneiros na integração de RX com certificação europeia que permitem que os artigos electrónicos possam ficar no interior da bagagem, embora os líquidos tenha que continuar a ser colocados no exterior. Cada linha, permite que 3 passageiros em simultâneo possam colocar as suas bagagens e pertences nos tabuleiros, permitindo os equipamentos o encaminhamento, separação e retorno automático dos tabuleiros.

Os novos equipamentos permitem igualmente o “remote screening”, onde o operador de RX poderá fazer a análise das imagens em sala remota no aeroporto, sem o ruído e pressão actual, além de possuírem novas e maiores mesas de apoio na saída, de forma a que os passageiros possam recolher os seus pertences e confortavelmente seguir a sua viagem.