Aeroportos da Madeira com crescimento de 6,1% em Dezembro

No passado mês de Dezembro, os Aeroportos da Madeira registaram um acréscimo de 6,1% no tráfego de passageiros, um crescimento que foi ainda mais significativo na semana entre o Natal e o Ano Novo, quando o número de passageiros subiu 8% face a igual período do ano passado, informou ontem a ANAM – Aeroportos da Madeira. Com crescimento em Dezembro estiveram também os movimentos, que subiram 1,3% face ao mesmo mês do ano de 2011, “o que traduz numa recuperação do tráfego com algum significado”, refere a ANAM em comunicado. A recuperação do tráfego nos aeroportos madeirenses em Dezembro ficou essencialmente a dever-se ao melhor comportamento dos mercados internacionais, com destaque para os passageiros provenientes do Reino Unido, mercado que cresceu 22,4%, com especial destaque para a rota desde Londres Gatwick, que teve um crescimento superior a quatro mil passageiros. Para a ANAM, a recuperação do mercado britânico ficou a dever-se não só à companhia aérea Monarch, que em Outubro iniciou voos regulares para a Madeira, como também aos bons desempenhos da EasyJet e Thomson, cujos crescimentos atingiram os 31.7% e 10.4%, respectivamente. Além do britânico, destaque ainda para o mercado dinamarquês, com especial destaque para a rota de Copenhaga que, no período IATA Inverno 12/13, apresenta algumas novidades face ao período homólogo, tendo deixado de contar com voos da SATA Internacional e da Cimber, passando a contar com uma operação da Norwegian e da Thomas Cook Scandinavia. Como refere a ANAM, apesar de a Norwegian e da Thomas Cook Scandinavia terem mantido o mesmo número de movimentos que eram realizados pela SATA Internacional e pela Cimber, o número de passageiros “quase duplicou, o que significa que existe maior capacidade instalada e melhores resultados ao nível da Taxa de Ocupação”. Muito positivos foram os resultados registados entre 22 de Dezembro e 4 de Janeiro, quando o tráfego no Aeroporto da Madeira cresceu 7,9%, cerca de seis mil passageiros a mais que em igual período do ano anterior, tendo-se ainda registado um aumento de 1,8% nos movimentos, o equivalente a mais 13 movimentações que em período homólogo. “Em termos de distribuição geográfica todas as áreas de origem tradicional europeia contribuíram para estes valores, sendo de salientar o facto do número de passageiros nos voos do mercado continental não ter sofrido qualquer alteração significativa em relação ao período homólogo”, explica a ANAM. Apesar de os resultados de Dezembro serem positivos, não evitaram que o acumulado do ano apresentasse uma quebra de 4,6% no número de passageiros face a igual mês do ano passado, para um total de 2.203.940 passageiros, enquanto os movimentos caíram 6,2%, ficando-se pelos 20.023. Já no Aeroporto do Porto Santo, o ano terminou com uma quebra de 4,9% em passageiros, num total de 101.375 passageiros, enquanto o número de movimentos desceu 5,7%, para 2.656. I.M.