Aeroportos europeus: Tráfego de passageiros cresceu 7,6% no 1º trimestre

No que ao tráfego de passageiros diz respeito, 14 aeroportos da União Europeia, incluindo o de Lisboa, registaram um crescimento de dois dígitos durante o primeiro trimestre deste ano.

Uma informação do Conselho Internacional de Aeroportos da Europa (ACI Europe) destaca os aeroportos das capitais das regiões Leste e Sul da UE, com resultados mais significativos, tais como Malta (+19,4%), Riga (+19,4%), Luxemburgo (+18,8%), Bratislava (+18,6%), Vílnius (+17,1%), Budapeste (+16,9%), Lisboa (+15,8%), Varsóvia (+14,7%), Liubliana (+14,2%), Zagreb (+13,8%), Larnaca (+12,8%), Helsínquia (+12,3%) e Praga (+12,4%).

No período em análise, o tráfego de passageiros nos aeroportos europeus aumentou 7,6%, mas foi no mercado não pertencente à União Europeia que se verificou um crescimento mais acentuado, ou seja de 12,9%, incluindo companhias tradicionais, transportadoras low cost e charter, tendo ultrapassado a média europeia, devido, principalmente às subidas mais acentuadas dos aeroportos da Turquia, Ucrânia, Israel, Geórgia e Islândia.

Entre as infra-estruturas regionais que mais cresceram na Europa contam-se os espanhóis de Sevilha (+30%), de Valência (+28,3% e de Ibiza (+24,6%). Pelo contrário, o movimento de passageiros nos aeroportos do Reino Unido, Alemanha, Dinamarca e Suécia foram os que cresceram a um ritmo mais lento no continente, devido ao impacto das falências do Monarch e airberlin.

No entanto, o tráfego de passageiros nos cinco principais aeroportos europeus aumentou 9,6% no primeiro trimestre, liderado pelo aeroporto de Estambul-Atatürk (+21,1%) e seguido de Frankfurt (+10%), Amsterdam-Schiphol (+8,2%), Paris de París-Charles de Gaulle (+4,6%), e Londres-Heathrow (+3,1%).