Agências de viagens tiveram ?prenda de Natal?

O Conselho de Ministros da última quinta-feira aprovou na última quinta-feira, a redução, em 50%, da taxa devida ao Turismo de Portugal pela inscrição no registo nacional das agências de viagens e turismo (RNAVT). ?O Conselho de Ministros aprovou um diploma que regula o acesso e exercício da actividade das agências de viagens e turismo, reduzindo o valor da taxa devida ao Turismo de Portugal, I.P., pela inscrição no registo nacional das agências de viagens e turismo?, diz o comunicado do Conselho de Ministros, onde se pode ler também que ?Considerando a actual política de incentivo à actividade económica, através da redução de taxas e dos custos de contexto, procede-se a uma redução daquela taxa em 50% do seu montante?. Recorde-se que esta medida tinha sido anunciada pelo secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, na sua intervenção durante a sessão de abertura do 39º Congresso da APAVT, que decorreu no início do mês em Angra do Heroísmo. Na altura, Mesquita Nunes considerou que tal medida, que contribui para a redução dos custos de contexto da actividade, deveria ser vista como ?um sinal de confiança que o Governo tem, quer no sector do turismo, mas sobretudo no sector das agências de viagens?. M.F.