AHETA: Turismo algarvio continua com indicadores positivos

No segundo mês do ano, as unidades de alojamento do Algarve viram a ocupação média subir 5,8% em termos homólogos. Uma vez mais, o volume de vendas teve comportamento ainda mais favorável, aumentando 14,2%. Os dados foram tornados públicos esta terça-feira pela AHETA.

Dados da AHETA dão conta de que as unidades de alojamento algarvio registaram, em Fevereiro, uma taxa de ocupação global média/quarto superior em 5,8% à do mesmo mês do ano passado, alcançando os 48,3%. Em relação a este indicador a AHETA sublinha ainda que “em termos acumulados, nos últimos 12 meses, a taxa de ocupação quarto regista uma subida de 7,3%.”.

Os mercados que mais contribuíram para a subida verificada foram o britânico (+0,5pp), o sueco (+0,3pp) e o francês (+0,2pp), enquanto as principais descidas foram protagonizadas pelos turistas provenientes da Holanda (-0,5pp) e da Alemanha (-0,2pp). Quanto ao mercado interno, registou uma ligeira subida, de 0,2p.p.

Por zonas geográficas as maiores subidas ocorreram em Albufeira (+5,2pp), Tavira (+11,1pp) e Carvoeiro / Armação de Pêra (+1,9pp). Já em Monte Gordo / VRSA (-1,8pp) e Lagos / Sagres (-1,5pp) foram registadas descidas em termos homólogos.

A subir bastante acima da ocupação esteve, uma vez mais, o volume de vendas que cresceu 14,2% face a Fevereiro do ano passado.