AHP: Hotelaria nacional começa mal 2013

A Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) divulgou esta semana os indicadores da hotelaria em Janeiro de 2013, através dos quais é possível perceber que o primeiro mês do ano foi negativo para a actividade hoteleira nacional, com descidas generalizadas a nível do revPar, preço médio e ocupação. De acordo com a AHP, em Janeiro, o revPar caiu, em Portugal, 6,1%, fixando-se nos 18,78 euros, enquanto o preço médio por quarto ocupado desceu 5,56%, atingindo os 55,73 euros, tendo a taxa de ocupação reflectido igualmente uma descida de 0,59%, passando para os 33,7% face a Janeiro de 2012. Já a receita média por turista no hotel foi de 98 euros, menos 2,97% do que o verificado em Janeiro 2012, enquanto a receita total por quarto disponível foi de 28,76 euros em Janeiro, o que representa uma descida de 6,62% face a igual mês do ano anterior. ?O início do ano foi muito duro para a hotelaria. Apesar dos preços mais baixos, a taxa de ocupação não registou melhorias, excepto nas 4 estrelas. Até a receita média por turista no hotel teve um decréscimo de 2,97%, comparativamente com Janeiro de 2012, ficando nos 98 euros?, afirma Cristina Siza Vieira, presidente da Direcção Executiva da AHP. Na taxa de ocupação por quarto verificaram-se descidas em todas as categorias, excepto nas quatro estrelas, enquanto as regiões com taxas de ocupação quarto mais elevadas foram a Madeira (55,64%) e Lisboa (42,21%). Os melhores desempenhos foram registados na Madeira e em Lisboa, com taxas de ocupação de 55,64% e 42,24%, respectivamente, ainda que, no caso da capital, se tenham registado descidas nos três indicadores. Em Lisboa, a taxa de ocupação desceu 1,77% face a Janeiro de 2012, enquanto o revPar, na generalidade das categorias, atingiu os 29,02 euros, valor inferior em 3,56% face ao mesmo indicador no período homólogo de 2012. Destaque ainda para uma descida de 1,82% no preço médio por quarto ocupado, indicador que se fixou em 68,66 euros. I.M.