AHP: Mercado interno vai ser o nº1 nos hotéis nacionais este Verão

O nacional vai ser o primeiro mercado nos hotéis em Portugal este Verão, com uma quota de 18%, seguindo-se o espanhol e o francês com 15% cada, conclui o inquérito levado a cabo pela AHP sobre “Perspectivas de Verão 2018”, revelado esta quinta-feira.

A mostra, realizada a nível nacional, entre os dias 29 de Maio a 21 de Junho, com base nas reservas e pré-reservas efectuadas junto dos hotéis associados da AHP, destaca a melhor performance do mercado francês e brasileiro, com 45% e 44% dos hoteleiros, respectivamente, a indicarem que a evolução destes mercados será melhor ou muito melhor que no Verão do ano anterior.

Em termos regionais, o Alentejo perspectiva uma estabilidade de todos os mercados, enquanto apesar de se manter como principal mercado para o Algarve, com uma quota de 22%, o Reino Unido deverá cair naquela região, face ao mesmo período de 2017, segundo resposta de 32% dos inquiridos. Os hoteleiros da Madeira indicam como principal mercado o Reino Unido (19%), seguido de Alemanha e Portugal, no entanto 59% e 53% dos inquiridos revelam que os mercados inglês e alemão vão ter uma pior performance.

Sobre esta questão, Cristina Siza Vieira, presidente executiva da AHP, refere que a Associação tem acompanhado o mercado inglês com particular atenção por várias razões, entre elas, o facto “de ser um mercado que em termos de dimensão é o nosso 1º mercado emissor, com uma quota de 22,3%, mais ainda no Algarve e na Madeira, onde representa 40,3% e 28,4%, respectivamente, da quota de mercado; o impacto ainda a estimar do Brexit, particularmente na vertente de desvalorização da libra mas não só; a recuperação de destinos concorrentes de sol e praia; e a falência de algumas companhias aéreas”.

Também na Madeira, “a quebra de 3,8% das dormidas do mercado alemão desde o início do ano (mercado que representa actualmente uma quota de 30,9%) provocada pela falência da Monarch, da Air Berlin e da Niki justifica preocupação”, conclui a responsável.

No Centro, os principais mercados serão Portugal (22%), Espanha (18%) e França (14%). No Norte, os hoteleiros apontam como primeiro mercado Portugal (20%), seguido de Espanha (18%) e França (16%). Nos Açores, os principais mercados serão, à semelhança do ano anterior, Portugal e Alemanha (22%), de destacar também a melhor performance dos Estados Unidos, Itália e Alemanha e a quebra do mercado inglês para 33% dos inquiridos. Para a região de Lisboa, de assinalar o crescimento em termos de performance dos mercados americano, francês e brasileiro e os mercados com maior quota serão França (17%) Espanha (15%) e Portugal (14%).