AHP: Páscoa não contraria quebras no negócio

Segundo dados ontem divulgados pela AHP ? Associação da Hotelaria de Portugal, o período da Páscoa, embora continue a ser uma época alta para o turismo, não chegou para contrariar as quebras que vêm afectando a hotelaria nacional. De acordo com os dados da AHP, o mês de Março, que este ano coincidiu com o período da Páscoa, trouxe uma variação positiva de 5,56% à taxa média de ocupação / quarto, que se situou nos 50,90%. O preço médio por quarto disponível (RevPar) também registou uma subida homóloga de 5,66% para 29,10 euros, enquanto o TrevPar (receita total por quarto disponível) cresceu 5,19%, fixando-se nos 45,00 euros. Já o preço médio por quarto ocupado subiu 0,09% em comparação com Março de 2012, atingindo o montante de 57,16 euros. De referir ainda que na taxa de ocupação quarto verificaram-se descidas nos estabelecimentos de 3 e 2 estrelas onde a variação foi de menos 0,64% e 0,19%, respectivamente, face a Março do ano passado. ?A Páscoa continua a ter grande importância na hotelaria e como este ano se celebrou em Março teve impacto directo nos resultados do trimestre. Contudo, não ao ponto de ser uma compensação geral nos vários destinos turísticos?, comenta Cristina Siza Vieira, presidente da Direcção Executiva da AHP. Lembrando que o ano passado a Páscoa teve lugar em Abril, a responsável sublinha que, mesmo assim ?a receita média por turista no hotel em Março de 2013 foi de 86,00 euros, menos 11,34% do que em Março de 2012. Também a estada média diminuiu 4,21% face ao verificado em Março do ano passado, para os 1,82 dias?. No acumulado do primeiro trimestre do ano, a taxa de ocupação quarto foi de 41,42% e o RevPar de 23,13 euros verificando-se, subidas de 1,77% e 0,17% respectivamente. O preço médio por quarto ocupado foi de 55,85 euros, menos 1,59% do que em 2012. Já a receita média diminuiu 6,12%, atingindo o montante de 92,00 euros. Ainda relativamente ao primeiro trimestre, a estada média foi de 1,88 dias, idêntica ao período homólogo anterior e a receita total por quarto disponível foi de 35,99 euros, valor que representa um aumento de 0,39% face ao período homólogo de 2012. M.F.