AHRESP assina “Acordo Circular Sectorial” com o Governo 

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) vai assinar com o Governo, na próxima quinta-feira, 7 de Junho, um “Acordo Circular Sectorial” que visa o compromisso voluntário de práticas ambientais com vista a repensar a utilização dos plásticos no Canal HORECA.

Segundo a AHRESP a assinatura deste acordo com o Ministério do Ambiente “representa mais um passo da estratégia de actuação da Associação com o objectivo de sensibilizar o Canal HORECA para a defesa do ambiente, património essencial à qualidade da nossa oferta turística”

“Na semana em que se assinala o Dia Mundial do Ambiente, a AHRESP reafirma o seu compromisso com o Meio Ambiente, dando continuidade ao trabalho que tem vindo a desenvolver ao longo dos anos, com projectos que promovem a importância de adoptar hábitos sustentáveis de protecção do Ambiente e dos recursos naturais”, afirma José Manuel Esteves, director-geral da AHRESP.

Através deste acordo a AHRESP compromete-se a colaborar com o Governo na promoção de práticas que visem antecipar a implementação da Estratégia da União Europeia para os Plásticos numa Economia Circular. A propósito, José Manual Esteves avança que a Associação está a lançar, no âmbito da auto-regulação, o programa Menos Plástico Mais Ambiente, iniciativa que visa a redução do uso de artigos de plástico na restauração e na hotelaria bem como novos hábitos de consumo e comportamentos.

“A AHRESP não podia ficar indiferente ao facto dos plásticos constituírem grande parte do lixo encontrado nos mares. Ao sensibilizarmos a opinião pública e as nossas empresas para a redução dos plásticos, estamos a preservar uma das atracções turísticas do nosso país, a costa marítima, de onde provém um dos nossos principais tesouros e que tão bem nos diferencia, o excelente peixe, que enriquece a nossa Gastronomia, Património Cultural de Portugal”, conclui José Manuel Esteves.

A assinatura do “Acordo Circular Sectorial” terá lugar no âmbito da conferência “Repensar os plásticos na transição para uma economia circular” promovida pelo Ministério do Ambiente, que decorrerá a 7 de Junho, na Fundação Gulbenkian.