AHRESP congratula-se com desconvocação da greve da TAP

A AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, saúda o acordo entre as partes e, embora considere que foram causadas perdas irreparáveis, a manutenção da greve traria consequências ainda mais graves. Em comunicado, a AHRESP veio ontem saudar e congratular-se “pelo bom senso e responsabilidade da Administração e Sindicatos da TAP” que promoveram o diálogo e assim permitiram desconvocar a greve. “Apesar da perda irremediável de milhões de euros, já consubstanciados pelos mais de 31.000 cancelamentos, a insistência e a prossecução do erro, na certa, traria ainda mais dolorosas consequências”, afirma a Associação. A AHRESP saúda ainda “o esforço empregue pelas partes para chegar a acordo, em consonância com o sacrifício que a esmagadora maioria dos portugueses está a passar para conseguir salvar a economia do País e recuperar a sua credibilidade externa, essencial à imagem de um destino turístico credível e seguro”. M.F.