AHRESP e CML com acordo sobre resíduos urbanos

O canal Horeca “terá acesso a um desconto de 15% na factura relativa a Resíduos Urbanos face aos tarifários gerais aplicados aos consumidores não domésticos”.
Esta é uma das medidas que saem do acordo assinado entre a Câmara Municipal de Lisboa e a AHRESP, que inclui também, “para além do sector da restauração, o sector do alojamento, na medida em que o padrão de consumo de água não se reflecte na quantidade de resíduos produzidos e/ou por se apresentar como um sector vital para a dinamização da actividade económica da cidade de Lisboa”.
Por outro lado, diz a AHRESP em comunicado, “foi considerado que os sectores específicos da restauração e alojamento prestam um conjunto de serviços públicos aos munícipes, nomeadamente na disponibilização de água de consumo e de uso de instalações sanitárias”.
O acordo entre a edilidade e a Associação chega após “várias reuniões de trabalho desde Novembro de 2014 com o objectivo de identificar as situações excepcionais e avaliar metodologias”.
De recordar que em causa estavam os “novos tarifários relativos a Resíduos Urbanos (RU) e Saneamento (ou “águas residuais”), aprovados pela CML, cujo regime entrou em vigor no dia 1 de Janeiro de 2015, reflectindo-se na facturação da EPAL”.
S.C.F.