Air Europa vai incorporar 16 B787-9 na sua frota de longo curso

O primeiro dos 16 aviões Boeing 787-9 Dreamliner que a Air Europa vai incorporar na sua frota até 2022, para voos de longo curso, foi entregue este fim-de-semana à companhia aérea espanhola.  

Em Março a Air Europa receberá o segundo aparelho do mesmo modelo e ambos passarão a operar a rota entre Madrid e Buenos Aires.

De acordo com o seu plano de renovação da frota, a transportadora aérea tem previsto receber outros quatro aviões em 2019, cinco em 2020, dois em 2021, e os últimos três em 2022.

O B787-9 é o segundo membro da família Dreamliner e, tal como a versão 8, combina um interior confortável com um rendimento médio ambiental excepcional. Conta com maior capacidade de passageiros e carga, é mais eficiente em consumo de combustível, reduzindo as suas emissões de CO2 em 20%, e a acústica é 60% inferior do que outros aviões do seu tamanho. Tem capacidade para 333 passageiros, 30 dos quais em classe business.

A Air Europa conta actualmente com oito Boeing 787-8 Dreamliner, com os quais opera para Miami, Santo Domingo, Bogotá, Buenos Aires, Havana, Lima e Telavive.