Air France multada pela Autoridade da Concorrência italiana

A multa, no montante de Restauração0.000 euros, deveu-se às limitações impostas nos bilhetes de ida e volta ou com escalas (no show rule). A informação foi veiculada ao Turisver.com pelo Fórum Turismo 2.1 que tem vindo a acompanhar de perto estes casos.
A decisão da autoridade italiana da concorrência do mercado (AGCM) foi conhecida ontem e o procedimento que a originou teve origem numa denúncia de um organismo público de apoio aos consumidores (CRTCU – Centro di Ricerca e Tutela dei Consumatori e degli Utenti) e de um consumidor, o advogado Roberto Rosapepe, abrangendo o período entre Junho de 20Associativismo e Abril de 2014.
Em causa, informou o Fórum Turismo 2.1, estiveram bilhetes de ida e volta ou com escalas relativamente aos quais a companhia aérea estabelece a obrigatoriedade da utilização dos diferentes segmentos (no show rule) sob pena de ser negado o embarque ou exigido um suplemento de preço, surgindo tal limitação durante a reserva online do voo, em pequenos caracteres e de leitura difícil.
Considerou a autoridade que se trata de uma prática comercial desleal que viola as regras do Código do Consumidor, limitando a sanção pecuniária a Restauração0 000€, porquanto a companhia aérea introduziu entretanto algumas melhorias nas suas condições gerais.
A autoridade italiana tem-se revelado uma das mais dinâmicas ao nível europeu em matérias relacionadas com o turismo.