Alcácer do Sal aprova orçamento para 2017 com “olho no turismo”

Requalificação do Museu Pedro Nunes, concretização de um projecto de iluminação do património, desenvolvimento de um plano de mobilidade para o Torrão são alguns dos investimentos previstos no orçamento que terão impacto positivo no turismo deste Município do distrito de Setúbal.

Dispondo de um montante de 27,5 milhões de euros, o Orçamento da Câmara de Alcácer do Sal para o próximo ano aponta para a “concretização de investimentos e projectos há muito desejados pela população e nos quais o executivo se empenhou”, sendo que vários deles poderão ter um impacto positivo na actividade turística.

Entre estes inclui-se o início da obra de requalificação do Museu Pedro Nunes que se encontra encerrado desde 2007, a construção de um parque de merendas na Comporta e a concretização de um projecto de iluminação do património, além do início do desenvolvimento do Plano de Mobilidade para o Torrão.

Também para 2017 está prevista a conclusão do novo Plano Director Municipal, a construção de estações de tratamento de águas residuais e a remodelação de infra-estruturas de rede de água e saneamento em diversas localidades, além da reabilitação da estrada de Casebres.

A propósito dos vários investimentos previstos, a autarquia sublinha tratar-se de projectos que “irão ter reflexos positivos no turismo, atracção de investimentos e melhoria da qualidade de vida das populações”, com o objectivo de colocar Alcácer do Sal “num patamar de desenvolvimento sustentável impar no Litoral Alentejano e no panorama regional”.