Alojamento e Restauração criaram mais 28.500 postos de trabalho no 2º trimestre

Dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) revelam que os sectores do Alojamento e da Restauração e Bebidas criaram mais 28.500 postos de trabalho no segundo trimestre deste ano, num aumento de 11,2% face ao trimestre anterior.

Já em comparação com o segundo trimestre do ano passado, os dois sectores criaram mais 21.100 postos de trabalho, num aumento de 8,1%. Trata-se assim, e de acordo com os dados do INE, do melhor resultado desde 2011.

Em comunicado emitido esta quinta-feira, a AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) veio congratular-se com estes dados e sublinhar que eles “vêm confirmar a forte tendência de crescimento do Alojamento e a Restauração e Bebidas, que se assumem como um dos maiores empregadores a nível nacional com 283 mil postos de trabalho”.

Afirmando acreditar que no 3º trimestre de 2016, este valor fique muito próximo dos 300 mil postos de trabalho, a AHRESP destaca que “este crescimento reflecte o clima de confiança dos agentes económicos que, incentivados pela reposição da taxa do IVA nos 13% para os serviços de alimentação e bebidas, em vigor desde 1 de Julho passado, têm não só mantido os milhares de postos de trabalho que já asseguram como também evidenciam a sua capacidade para gerar mais emprego e, consequentemente, mais riqueza para o país”.

Ana Jacinto, secretária-geral da AHRESP comenta, a propósito, tratar-se da “confirmação do que a AHRESP sempre afirmou, no sentido do enorme potencial que o sector do Turismo tem para criar riqueza e postos de trabalho, assim sejam tomadas as medidas certas para a sua concretização”.