Amadeus e OMT apoiam criação de emprego no Quénia

A Amadeus e a Organização Mundial do Turismo (OMT) unem esforços com vista à criação de oportunidades laborais e empresariais aos jovens e mulheres das comunidades desfavorecidas no sector das viagens e turismo no Quénia.

O programa piloto, que será implementado no Quénia antes do final de 2017, incluirá cursos de formação para as comunidades locais, através de clientes da Amadeus. Espera-se que esta iniciativa se repita noutros países do mundo.

Taleb Rifai, secretário-geral da OMT afirmou que “com 1.186 milhões de chegadas de turistas internacionais em 2015, o turismo é não só um catalizador para o desenvolvimento, como também para a inclusão”, acrescentando que “apesar de na maioria das regiões as mulheres constituírem o grosso da força de trabalho do sector turístico, integram postos menos remunerados e de categoria inferior, por isso, devemos trabalhar juntos para garantir que elas possam ter acesso a melhores empregos dentro do sector turístico”.

Por sua vez, o vice-presidente de Assuntos de Indústria da Amadeus IT Group, Svend Leirvaag, disse que “a tecnologia pode ajudar a melhorar as capacidades, a profissionalização e o compromisso dos trabalhadores”, para indicar ainda que “em linha com nosso compromisso com o desenvolvimento sustentável, na Amadeus estamos a dotar as comunidades locais com novas tecnologias, em sintonia com todo o sector do turismo”.