Amadeus recebeu segundo empréstimo do BEI

O crédito, sem garantia, tem o valor de 150 milhões, com um prazo de nove anos, e destina-se a financiar as actividades de I&D no negócio Distribution, entre 2013 e 2015, explica a Amadeus. Recorde-se que o ano passado, a Amadeus tinha já beneficiado de um empréstimo do BEI no valor de 200 milhões de euros, também com um prazo de 9 anos, e destinado ao financiamento da investigação e desenvolvimento de uma variedade de projectos no negócio IT Solutions, entre 2012 e 2014. A propósito, a Amadeus sublinha que, entre 2004 e 2012 investiu cerca de 2,4 mil milhões de euros em I&D, dos quais 414 milhões foram investidos em 2012, o que ?representa 14,2% das receitas?. Luis Maroto, President & CEO da Amadeus comenta: “Estamos profundamente orgulhosos de poder anunciar, pela segunda vez e em menos de um ano, que a Amadeus recebeu um novo financiamento do prestigiado Banco Europeu de Investimento. Consideramos que esta é a maior forma de reconhecimento pelo nosso compromisso de longa data no desenvolvimento de soluções inovadoras e focadas no cliente. Os 150 milhões de euros serão investidos no desenvolvimento do nosso negócio Distribution, o que nos irá permitir continuar a revolucionar os sistemas de reserva de viagens, não só para os intermediários mas também para fornecedores de viagens, tais como companhias aéreas, hotéis e comboios?. Nos últimos anos, os esforços de I&D da Amadeus têm estado focados no ?elevado nível de desempenho no processamento de transacções sob exigências de rigor e fiabilidade nas disponibilidades, na extracção de informações de grandes bases de dados, em motores de busca de viagens de rápida resposta, aplicações multicanal de serviço ao cliente (desktop, web, quiosque, móvel, tablets) e na utilização pioneira de sistemas de código aberto, entre muitos outros?, explica a empresa. M.F.