Amazonas confirma voo da TAP para Manaus em Julho de 2014

A presidente da Amazonastur ? Empresa Estadual de Turismo do Amazonas, Oreni Braga, confirmou ontem que a TAP vai começar a voar entre Lisboa e Manaus a partir de Julho de 2014, adiantando que a operação se encontra já garantida. ?Em Outubro, a TAP deverá definir como são as rotas e, em princípio, existe a possibilidade de serem rotas Lisboa-Manaus e Lisboa-Belém. Ainda terá que haver uma definição da TAP mas é certo que a rota Lisboa-Manaus acontecerá. O voo vai começar a operar em Julho de 2014, depois da Copa do Mundo?, garantiu Oreni Braga, à margem do workshop para agentes de viagens que o estado do Amazonas promoveu ontem em Lisboa, em parceria com a Abreu. Questionada sobre a possibilidade de se tratar de um voo triangular entre Lisboa, Belém e Manaus, a responsável escusou-se a adiantar mais pormenores, remetendo os pormenores técnicos para a TAP. ?A princípio, será um voo directo mas ainda não temos, tecnicamente, certeza de como a TAP vai desenhar isso, mas a garantia que temos é que Manaus terá o voo Lisboa-Manaus. Já podemos anunciar isso, as outras questões técnicas não me cabe a mim responder?, referiu. Oreni Braga considera o voo fundamental para a região do Amazonas, justificando a actual presença do estado em Portugal com a necessidade de promover o destino a nível turístico, de forma a aumentar o ainda reduzido número de turistas portugueses que visitam actualmente o Amazonas. ?É certo que Portugal ainda tem um grande mercado para conquistar e estamos com essa meta, depois do voo da TAP, queremos colocar Portugal entre os principais mercados emissores?, disse a responsável, comprometendo-se também em trabalhar do outro lado do Atlântico, de forma a assegurar as duas ?pernas? do voo. ?Este é um momento muito importante para a gente criar oportunidades de negócio entre o Amazonas e Portugal, além do voo da TAP, no sentido de intensificar o turismo corporativo e o turismo de lazer, e também fazer um trabalho na própria região amazónica porque o voo só se consolida se tiver duas pernas?, explicou. I.M.