Ana Mendes Godinho leva empresários do turismo ao Barreiro

Abrir o Barreiro ao investimento privado, apostando no desenvolvimento do concelho foi o objectivo da visita ao Barreiro de empresários do ramo turístico, da secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, e do presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo.

O território da Quinta do Braamcamp, propriedade do município, foi apresentado como catalisador do desenvolvimento da cidade. O Passeio dos Afetos e a antiga Estação Sul e Sueste foram outros dos locais visitados.

A comitiva foi acompanhada pelo presidente do município do Barreiro, Frederico Rosa, pelo vereador Rui Braga, responsável pelo Gabinete Municipal de Desenvolvimento Económico e Estratégico e do Departamento de Gestão da Cidade, e pelo presidente da Assembleia Municipal do Barreiro, André Pinotes.

De acordo com a secretária de Estado, esta foi uma visita “muito interessante, pois possibilitou aos investidores, muitos deles pela primeira vez no Barreiro, ficarem com uma visão completamente diferente daquela imagem que tinham – uma cidade industrial longe de Lisboa. Hoje quebrámos alguns mitos”.

Em relação à recuperação que está a ser realizada nos moinhos, Ana Godinho considerou que abre aqui espaço para o que se pode fazer no Barreiro. Por outro lado, a Quinta Braamcamp e a Estação Sul e Sueste “representam uma oportunidade que existe de desenvolvimento de produtos turísticos associados, quer ao património quer ao rio, com a possibilidade de desenvolvimento de desportos náuticos, aproveitando a história e a experiência que o Barreiro já tem através dos clubes muito famosos e know how na matéria”.

A Secretária de Estado salientou o facto desta visita ter permitido “dar uma visão a estes investidores do potencial que existe aqui e que sejam os investidores a ajudar-nos e, todos em conjunto, pensarmos no desenvolvimento de uma actividade económica em torno do turismo”.

O aeroporto do Montijo é, para Ana Godinho, uma oportunidade aqui bem perto. “Estamos a trabalhar em conjunto, em relação às infra-estruturas que são públicas, também pretendemos colocá-las ao serviço da população e do desenvolvimento económico”, frisou.

Segundo Frederico Rosa, esta visita revela “a capacidade do Barreiro de poder contribuir não só para o seu desenvolvimento, mas também para o desenvolvimento de toda a Região de Lisboa”. O que me satisfaz é saber a surpresa destes empresários dos maiores grupos hoteleiros do país: Portugal In, Grupo Vila Galé, Amazing Evolution, Sana Hotels e Dif Broker de ver a capacidade que o Barreiro tem para se reinventar, de se transformar e de ter um contributo muito positivo para Lisboa, para o País e para o desenvolvimento local”, para acrescentar que “o desafio é concretizar esta visita em trabalho de conjunto, em metas a alcançar”.

“As potencialidades do Barreiro estão à vista”, foram palavras do presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, no final da visita. “Os desportos náuticos, a proximidade com o rio, a sua cultura (arte urbana, o património e a sua indústria), a proximidade com Lisboa e a facilidade de ligação à capital e os projectos que estão para ser desenvolvidos que podem ser jóias, que depois dinamizam tudo à volta”.