Angola quer parcerias internacionais no turismo

A necessidade do estabelecimento de parcerias internacionais que permitam a criação de produtos turísticos competitivos e de qualidade capazes de atrair maiores fluxos turísticos internacionais, foi defendida esta semana pelo ministro de Estado do Desenvolvimento Económico e Social de Angola, Manuel Nunes Júnior.

Citado pela Angop – Agência Angola Press, o ministro angolano, que discursava esta terça-feira, 19 de Dezembro, na abertura da 1ª reunião ordinária da Comissão Multissectorial da Hotelaria e Turismo, defendeu também a simplificação de procedimentos para a atribuição de vistos aos turistas estrangeiros e a necessidade de mapear, cadastrar e organizar os recursos turísticos do país. A segmentação dos mercados turísticos e a qualificação dos produtos foram outras das medidas defendidas pelo governante angolano.

Sublinhando que a mobilização do sector privado, das associações sectoriais e dos operadores turísticos, são determinantes para o sucesso do sector, Manuel Nunes Júnior defendeu igualmente que a Comissão Multissectorial do Turismo estabeleça um programa concreto de atracção de turistas ao país.