ANP incentiva turistas a visitarem o Centro de Portugal

“A vasta região Centro apresenta uma grande diversidade de zonas e pólos de atracção turística pelo que a ANT acredita que aqueles trágicos incêndios, ao invés de levarem a eventuais desistências, incentivarão portugueses e estrangeiros a manterem ou programarem as suas férias”, para aquela zona do país.

É desta forma que, em comunicado, a Associação Nacional do Turismo (ANT) expressa a sua solidariedade e apoio aos seu associado Turismo do Centro, “que tem desenvolvido um notável trabalho em prol do turismo e da economia não apenas da área afectada pelos incêndios mas, em geral, pela centena de municípios que abrange”.

A ANT acredita que, no âmbito do grande incêndio que deflagrou no centro do país,”é necessário haver esperança e força para ultrapassar esta fase menos boa, uma fase em que é da maior importância tentar minimizar os resultados negativos no Turismo”, para acrescentar que, ao contrário do que se pensava, e em sequência do incêndio de Pedrógão Grande de Góis, “o Turismo Rural do Centro de Portugal está a ser afectado, estando a sofrer alguns impactos negativos”.

Acredita, por outro lado, que o Turismo do Centro “não deixará de ter por parte do Governo e das entidades ligadas ao sector todo o apoio necessário para que seja possível aos agentes das zonas afectadas recuperarem rapidamente as infra-estruturas destruídas pelo fogo, designadamente as unidades hoteleiras”.