APAVT: Possibilidade de furacão atingir Cabo Verde é ?praticamente nula?

Em comunicado difundido ontem, a Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo considera não existirem razões para que os portugueses alterem os seus planos de viagem para Cabo Verde, nomeadamente para as ilhas do Sal e da Boavista. A APAVT difundiu ontem um comunicado em que presta esclarecimentos sobre notícias veiculadas na imprensa que falavam da possibilidade de Cabo Verde ser atingido, nos próximos dias por um furacão, e frisa que tal possibilidade ?é praticamente nula?. Esclarecendo a situação, a APAVT sublinha que ?não existe qualquer informação? de que a tempestade para a qual alerta o National Hurricane Center, dos Estados Unidos, possa atingir o arquipélago de Cabo Verde, afirmando mesmo que ?a manter-se a actual previsão de trajectória, a tempestade passará a Oeste do grupo ocidental do arquipélago de Cabo Verde, como acontece na grande maioria destes fenómenos?. Considerando que ?a forma como estão a ser veiculadas estas notícias podem injusta e injustificadamente prejudicar as operações turísticas para Cabo Verde?, um dos destinos preferidos pelos portugueses para as suas férias, a APAVT, que apela a um maior rigor na informação difundida pela comunicação social, afirma que ?não existem razões objectivas, no momento, para qualquer alteração de planos de viagem para Cabo Verde, no seu todo, e mais ainda para as ilhas do Sal e Boavista?. M.F.