APAVT solidariza-se com o Centro e reúne direcção nas áreas ardidas

A direcção nacional da APAVT reúne-se esta quarta-feira em Figueiró dos Vinhos, mais concretamente na aldeia do xisto de São Simão, como forma de solidariedade com a Centro de Portugal e as áreas ardidas daquele território, no passado dia 17 de Junho.

A notícia foi confirmada à turisver.com por Pedro Machado, presidente da Turismo Centro de Portugal, que estará presente na reunião, juntamente com os presidentes das Câmaras das zonas mais afectadas pelo fogo, designadamente, Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera.

“É este tipo de solidariedade que estamos a pedir”, ou seja “é termos reservas físicas nessas áreas afectadas pelo fogo pois esses empresários não foram atingidos nas suas estruturas”, referiu Pedro Machado.

O dirigente regional acredita que a APAVT “quer ouvir-nos e tentar perceber como é que pode, através dos seus associados, ajudar esses territórios, e sensibilizar os operadores turísticos”, acrescentando que “a nossa maior preocupação é garantir a normalidade da actividade turística, que tanto portugueses como estrangeiros façam as suas reservas para essas zonas, não só no Verão, mas nos meses seguintes”, e para que “cerca de 200 estabelecimentos espalhados por nove municípios, que correspondem a duas mil camas turísticas, possam retomar, rapidamente a sua actividade”, disse.

Como o encontro da APAVT, Pedro Machado pede mais reuniões desta natureza naquele território.

Os membros da direcção da APAVT vão também ficar alojados numa das áreas afectadas, neste caso, no Convento de Sertã “contribuindo de forma líquida nesta unidade hoteleira”, conforme indicou o presidente da Turismo Centro de Portugal.