APAVT e Travelport renovaram parceria

Na Bolsa de Turismo de Lisboa, onde se apresentaram uma vez mais num stand conjunto, a Travelport e a APAVT renovaram, por mais três anos, o protocolo de parceria que as une e que, segundo Pedro Costa Ferreira, “é o protocolo mais importante da APAVT”.

O protocolo define as regras da aproximação entre a APAVT e a Travelport. Nas palavras de Pedro Costa Ferreira, presidente da APAVT, este protocolo, que tem a duração de um mandato dos corpos sociais da Associação, define as regras como cada uma das partes pode ajudar a outra.

Referindo que uma das expressões da cooperação entre as entidades é a participação conjunta na BTL, onde este ano estiveram, uma vez mais, com o maior stand de empresas privadas da feira, Pedro Costa Ferreira afirmou que, com esta participação conjunta “uma vez mais, fizemos melhor que o ano anterior, correu melhor que o ano anterior, foi maior que no ano anterior e uma vez mais terminámos com uma ambição maior que a do ano anterior” porque “queremos continuar a crescer e a fazer melhor”.

Em jeito de balanço da participação nesta 30ª edição da Bolsa de Turismo de Lisboa onde APAVT e Travelport se apresentam em conjunto há já sete anos, Pedro Costa Ferreira adiantou que do contacto com os associados e parceiros presentes na feira, esta “tem corrido muito bem”, adivinhando-se que no fim-de-semana, com venda directa ao público “ainda vai correr melhor”.

Também sobre a presença na feira, António Loureiro, director-geral da Travelport Portugal afirmou que “estamos a crescer em espaço aqui na feira, estamos a crescer em responsabilidade aqui na feira e a crescer no mercado das agências de viagens”.

Afirmando que cada vez mais os agentes de viagens têm que estar unidos, António Loureiro apelou a que se associem à APAVT “porque é o único órgão que tem efectivamente força para representar um sector que tantas vezes é visto como completamente desprendido da realidade”.

Sobre a parceria que une as duas entidades, o responsável deixou claro que “temos tido imenso orgulho em fazer parte da história, que eu acho que nunca se vai apagar”.