APHORT  aposta na capacitação de dirigentes associativos

As sessões de capacitação dirigidas aos empresários do sector, visam a revitalização do movimento associativo empresarial no sector do turismo, através do estímulo a uma maior relação entre as empresas e as entidades associativas que as representam.

A primeira sessão dedicada a esta temática decorreu na semana passada em Viana do Castelo, tendo contado com a participação de 12 empresários turísticos da região, representantes do Alto Minho no Conselho Geral da APHORT. Durante o dia de trabalho, os participantes foram confrontados com exercícios práticos que conduziram ao debate inúmeras questões relativas ao turismo, nomeadamente de nível regional.

Tratou-se de uma experiência-piloto a que a APHORT vai agora dar continuidade, com as sessões a contarem com a parceria da Confederação do Turismo Português, no âmbito da Tipologia de Operação “Reforço da Capacitação Institucional dos Parceiros Sociais com assento na CPCS”, co-financiada pelo programa POISE. Promover um bom conhecimento do quadro legal do movimento associativo, apresentar um conjunto de ferramentas para cumprir a missão representativa e exercer a função de lobbying, serão algumas das temáticas a abordar nas acções futuras.

“De forma a conseguirmos que as associações assumam hoje um papel de maior relevância na vida das empresas, é fundamental que os seus dirigentes reúnam um conjunto de características necessárias ao exercício desse cargo”, explica Rodrigo Pinto Barros, presidente da APHORT. “Ter a capacidade de pensar para além do `eu´empresarial e de adoptar uma visão sectorial; tornar-se porta-voz de uma vontade colectiva; ser capaz de analisar um problema que afecta o funcionamento das empresas do sector e saber propor soluções para a sua resolução, são, a título de exemplo, algumas dessas características-chave”, refere.