ARAC assinou Código Mundial de Ética do Turismo

A ARAC – Associação dos Industriais de Aluguer de Automóveis sem Condutor assinou, a 23 de Janeiro, durante a Fitur, em Madrid, o Código Mundial de Ética do Turismo, numa cerimónia em que a associação foi representada pelo seu secretário-geral, Joaquim Robalo de Almeida. “As entidades aderentes, onde se encontra a ARAC desde o passado dia 23 de Janeiro, assumem o compromisso de promover o Código junto dos seus clientes, trabalhadores e fornecedores, implementar o Código na sua actividade e reportar ao Comité Ético Mundial a implementação do referido Código”, explica a associação em comunicado. Na cerimónia de assinatura estiveram também presentes o secretário-geral da Organização Mundial do Turismo (OMT), Taleb Rifai, bem como o secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, além dos representantes das restantes associações nacionais que também aderiram ao Código Mundial de Ética do Turismo. O Código Mundial de Ética do Turismo foi aprovado pela OMT em 1999 e pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 2001, tendo como objectivo a promoção do turismo responsável a todos os níveis, constituindo um conjunto abrangente de princípios que pretendem afirmar o direito ao turismo e à liberdade de deslocações turísticas, bem como a promoção de uma ordem turística mundial, equitativa, responsável e sustentável. I.M.