ARAC reuniu com secretários de Estado do Turismo e dos Assuntos Fiscais

A ARAC – Associação dos Industriais de Aluguer de Automóveis sem Condutor, abordou com a nova secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho questões que têm a ver com as principais preocupações do sector.

Entre os assuntos abordados, no encontro, que teve lugar no Ministério da Economia, destacam-se o “Cross Boarder Vehicles” – Melhor racionalização de frotas, a optimização de frotas e combate á poluição, a formação profissional, o foco na qualidade de serviço e protecção do consumidor, os novos conceitos de mobilidade, a partilha de viaturas e o papel mais interventivo do sector de rent-a-car na área do turismo e na promoção turística. Estas preocupações foram igualmente apresentadas ao secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Fernando Rocha Andrade, em reunião separada, que decorreu no Ministério das Finanças.

De acordo com a associação, Ana Mendes Godinho inteirou-se das preocupações apresentadas pela ARAC e mostrou uma grande disponibilidade e diálogo para ajudar a resolver os problemas apresentados.

A ARAC fez-se representar pelo seu presidente Paulo Moura e pelo secretário-geral Joaquim Robalo de Almeida.

O sector do rent-a-car representa hoje mil milhões em pagamento de impostos anuais (ISV, IUC e IVA), 500 milhões de euros de facturação anual, é um comprador anualmente de 45.000 viaturas (cerca de 28% do total das viaturas vendidas em Portugal anualmente), parceiro estratégico em qualquer pacote turístico, sendo que o turismo representa 60% da sua actividade, é responsável por 6.500 postos de trabalho directos e cerca de 30.000 indirectos, oferecendo cerca de 1.000 pontos de venda em todo o país.