Assembleia Geral da OMT aprova recomendações sobre turismo acessível

A Assembleia Geral da OMT aprovou as recomendações da Organização Mundial do Turismo sobre ?Turismo acessível para todos?. Revistas este ano, as recomendações são uma versão actualizada das que tinham sido propostas em 2005. ?Turismo acessível para todos? promove a colaboração entre as várias entidades do sector turístico para que as pessoas com necessidades especiais de acessibilidade possam desfrutar com autonomia de produtos e serviços turísticos pensados para todos. No documento são definidas as medidas mais adequadas para garantir que as pessoas com necessidades especiais possam aceder, em igualdade de circunstâncias, aos espaços físicos, meios de transporte, informação, comunicação e instalações postas à disposição do público em geral. Em consonância com os princípios inscritos no documento, será publicado, no final deste ano, o manual ?Turismo acessível para todos? com o objectivo de orientar os interessados sobre como melhorar a acessibilidade dos destinos, instalações e serviços turísticos em todo o mundo. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde, datados de 2011, há cerca de mil milhões de pessoas no mundo portadoras de alguma incapacidade. Para o secretário-geral da OMT, Taleb Rifai, ?a acessibilidade é um elemento fundamental de qualquer política de turismo responsável e sustentável, constitui um imperativo na área dos direitos humanos e representa uma oportunidade de negócio formidável?. M.F.