Atentados em Bruxelas: Passageiros da TAP aceites nos aeroportos da região sem custos adicionais

Enquanto o aeroporto de Bruxelas estiver encerrado devido às explosões ocorridas esta terça-feira na capital belga, os passageiros da TAP com bilhetes entre Lisboa e Porto para/de Bruxelas poderão ser aceites, sem custos adicionais, de ou para outros aeroportos da região, como por exemplo Luxemburgo, Paris ou Amesterdão.

Por outro lado, a TAP informa, através das redes sociais, que todos os seus passageiros com reservas poderão alterar para datas posteriores, até 30 de Abril. Enquanto isso, informações constantes no site do Aeroporto de Bruxelas Zaventem, infra-estrutura onde ocorreram os atentados desta terça-feira, indicam que os passageiros devem consultar as companhias aéreas onde vão voar, para obter mais informações.

Entretanto, a Ryanair anunciou que os voos agendados de/para Bruxelas Zaventem esta quarta-feira, 23 de Março, irão operar de/para Bruxelas Charleroi. Os voos agendados de/para Bruxelas Charleroi não deverão sofrer alterações, salienta a mesma informação.

As explosões no aeroporto de Bruxelas levaram ao encerramento do espaço aéreo da cidade. Em Lisboa esta medida implicou o cancelamento, esta terça-feira, de seis voos para a capital belga e de cinco voos vindos de lá.

Também a Luthansa avisa os clientes com bilhetes de/para Bruxelas entre 22 e 28 de Março podem cancelar ou remarcar as passagens gratuitamente. A política é válida para todas as companhias aéreas do Grupo (Austrian Airlines, Lufthansa, Brussels Airlines, Swiss, Eurowings). Na Air France, os passageiros com bilhetes entre 22 e 31 de Março têm até o dia 27 de Março para fazer alterações na passagem. É possível remarcar para até 31 de Março o voo sem custo extra. Para remarcar o voo para além dessa data, mudar a origem ou destino ou cancelar a passagem, o cliente pode adquirir um voucher não reembolsável válido por um ano. A Air Europa autoriza a alteração gratuita de data para qualquer outro voo operado pela companhia (com lugares livres), para voar até 31 de Maio.