Atlas da Hotelaria: 2018 traz a Portugal mais 49 hotéis

Esta é uma das conclusões da 13ª edição do Atlas da Hotelaria da Deloitte que a consultora divulgou esta sexta-feira. Segundo o estudo, os 49 novos hotéis com que Portugal vai contar durante este ano, sobretudo de 4 e 5 estrelas, somam-se aos 48 que nasceram em 2017, um ano em que o turismo português voltou a bater recordes.

Segundo o Atlas da Hotelaria, Portugal bateu um novo recorde no turismo, com as dormidas a superarem os 57 milhões e as receitas de aposento a chegarem aos dois mil milhões e meio de euros e a taxa de ocupação média atingiu os 64%. A oferta correspondeu com o número de empreendimentos turísticos (1.993) e de unidades de alojamento (143.089) a aumentar. Assim, em 2017, Portugal viu nascer 48 novos hotéis, a que corresponderam 3.350 novas unidades de alojamento. Para este ano, a perspectiva é chegar ao final do ano com mais 49 unidades hoteleiras que o ano passado, maioritariamente de quatro e cinco estrelas.

Os hotéis continuam a ser a tipologia de empreendimentos turísticos mais representativa em Portugal, com 73% da oferta. Seguem-se os apartamentos turísticos (10%), os hotéis apartamentos (7%), hotéis rurais (5%), aldeamentos turísticos (3%) e pousadas (2%).

Quanto à tipologia, predominam os empreendimentos turísticos de 3 e 4 estrelas, com 33% e 38% do mercado, respectivamente, num total de 662 e 754 unidades. Os empreendimentos de duas estrelas ocupam a 3ª posição, com 16%, e os de cinco estrelas a quarta, com 8% (327 e 167 unidades hoteleiras, respectivamente).

De acordo com o Atlas da Hotelaria, a cidade de Lisboa registou, em 2017, a segunda maior taxa de ocupação europeia (80,5%), ficando apenas abaixo de Amesterdão. Já p RevPar, que em Lisboa foi apenas de 82,9€, fica abaixo da média europeia de 92,56€.

O estudo da Deloitte versa ainda sobre os maiores grupos hoteleiros portugueses e o ranking não sofreu alteração, continuando a ser liderado pelo Grupo Pestana Hotels (69 empreendimentos, 7.888 unidades de alojamentos que representam 5,5% do total e 16.122 camas) e pelo Grupo Vila Galé.

Aceda ao estudo em: https://www2.deloitte.com/pt/pt/pages/transportation-infrastructure/topics/ths/atlas-hotelaria-2018.html.