ATP lança novo portal online

A Associação de Turismo do Porto (ATP) lançou sexta-feira, 20 de Setembro, um novo portal online, uma plataforma que recorre à mais inovadora tecnologia e que pretende potencial a promoção e comercialização do destino Porto e Norte de Portugal. De acordo com a ATP, o portal, que se encontra online desde sexta-feira, na morada www.visitportoandnorth.travel, ?é essencialmente vocacionado para o mercado externo, estando alinhado com a proposta de valor da marca ?Porto e Norte: A essência de Portugal??. ?Estamos em linha quer com os objectivos nacionais de promoção turística, quer com os objectivos que traçamos na nossa estratégia de promoção do destino Porto e Norte a nível externo. O novo portal responde ao aumento da procura de informação turística através dos canais online e integra ferramentas capazes de potenciar directamente as vendas do destino. Será seguramente um importante aliado para os objectivos de crescimento de turismo internacional?, refere Vladimiro Feliz, presidente da ATP. Com o novo portal, que oferece um interface mais interactivo e funcional, com conteúdos motivacionais, experiências e propostas de roteiros no destino, a ATP pretende ?potenciar a sua actividade de promoção externa do Porto e Norte de Portugal nos mercados internacionais?. Dentro das experiências, a novo plataforma propõe roteiros de vários âmbitos, incluindo Gastronomia e Vinhos, Cultura Popular, Parques Naturais, Golfe e Saúde e Bem-Estar, existindo também uma área dedicada à oferta diferenciadora e exclusiva do Porto e Norte, uma ferramenta que vai permitir que as empresas associadas da ATP promovam e comercializem os seus produtos. ?Desta forma a ATP propõe mais uma ferramenta de trabalho tendo em vista o incremento do número de dormidas no ano de 2015, para 2,6 milhões e o reforço nos mercados em crescimento e de procura sazonal?, refere a associação na mesma nota, onde aponta um crescimento de 14,5% ao nível das dormidas no primeiro semestre, com destaque para os estrangeiros, que representam já 51% das dormidas na região. I.M.