Barómetro das Viagens de Negócio: Novo aeroporto considerado “urgente”

A urgência de um novo aeroporto para Lisboa, o alojamento local como alternativa e a utilização de plataformas como a Uber, são algumas novidades entre as conclusões do Barómetro das Viagens de Negócio Travelstore American Express, apresentado esta quinta-feira, em Lisboa.

Há novas tendências nas viagens de negócios e foram analisadas no Barómetro das Viagens de Negócio Travelstore American Express, apresentado esta quinta-feira. É o caso do alojamento local que 43% dos inquiridos considera já como “alternativa válida” para as suas viagens de negócios. Muito embora 57% dos inquiridos ainda não considere esta opção, o estudo sublinha que a adesão dos viajantes de negócios ao alojamento local já acompanha “a recente adesão sentida nas viagens de lazer”.

Outra tendência verificada é a adesão dos viajantes de negócios às plataformas de transporte urbano individual, de que a Uber é um exemplo. Neste âmbito, verifica-se que “metade dos inquiridos já utiliza com frequência” os serviços proporcionados por estas plataformas. Como curiosidade, sublinha-se que 2% dos inquiridos afirma que as utiliza sempre e que 49% diz utilizá-las com frequência, enquanto apenas 23% dos inquiridos afirma nunca as utilizar.

O Barómetro inquiriu também o painel de empresas sobre a necessidade de um novo aeroporto para Lisboa, com 73% dos inquiridos a classificar como “urgente” a sua construção.

Para o estudo foram inquiridas 311 empresas de grande e média dimensão a operar em Portugal.