Best-Reisen: Trazer a Portugal 500 agentes alemães é “um investimento ganho”, diz Filipe Silva

A realização da assembleia anual da associação de agentes de viagens alemã Best-Reisen, este fim-de-semana, em Lisboa “é importante tendo em consideração não só por estarmos aqui perante 500 agentes de viagens alemães com performances bastante boas, ou seja, 500 importantes decisores, mas também, no caso concreto do mercado alemão, o agente de viagens ainda representa um papel bastante decisivo na influência de um cliente que quer escolher as suas férias”, afirmou o vogal do Turismo de Portugal, Filipe Silva.

Em declarações ao turisver.com, o responsável realçou que “todo o investimento que seja possível fazer da nossa parte para trazer esses agentes de viagens ao nosso país, para melhorarem o seu conhecimento e a sua experiência sobre o nosso país, para depois conseguirem influenciar o cliente final, é um investimento ganho”.

Sobre o facto de Portugal ainda só ter perto de 2% de quota do mercado alemão, Filipe Silva sublinhou que o nosso país tem que estar devidamente capacitado e preparado para aumentar esse share a diversos níveis, “não só na questão da capacidade aérea, ou seja desenvolvendo parcerias que estamos a fazer com as diversas companhias aéreas que têm operações com origem em diversos pontos da Alemanha, mas que depois seja acompanhado com parcerias com operadores turísticos alemães, como trabalhar também ao nível do retalho, através da capacitação de agentes de viagens em acções de formação no mercado alemão, mas também trazendo-os a Portugal”.

O vogal do Turismo de Portugal indicou ainda que esse trabalho complementar está associado “a nossa campanha internacional de comunicação que permitirá melhorar não só a notoriedade de Portugal como destino turístico, como também em termos de resultados de vendas”.

Filipe Silva lembrou, por outro lado, que “sabendo que há um grande desenvolvimento em termos de vendas nos canais online, em Portugal ainda relevamos muito o papel do agente de viagens nos vários mercados emissores, tais como o britânico, tivemos o congresso da ABTA nos Açores, irlandês, tivemos em Espinho a reunião anual da sua associação de agentes de viagens, agora temos aqui esta grande convenção também, sem contar com o francês, que vai reunir a sua associação no próximo ano na Madeira”.

A hospitalidade portuguesa foi evidenciada por todos os intervenientes no jantar de abertura da assembleia anual da Best-Reisen, ao mesmo tempo que se referiram a Portugal como um país pequeno, seguro e com muita diversidade, como o mercado alemão gosta.