Boom das low cost vai continuar nos próximos 20 anos

A procura de voos de baixo custo na Europa vai continuar a aumentar durante as próximas duas décadas, impulsionando, assim o gasto das companhias aéreas europeias em novas frotas em mais de mil milhões de euros.

Esta é a convicção da construtora norte-americana Boeing que afirma que as companhias aéreas necessitarão de mais 7.500 novos aviões de corredor único em 2035 para fazer face à procura.

Só o ano passado, a transportadoras aéreas europeias compraram 240 novos aviões, dos quais 67% correspondiam a aparelhos de corredor único, e segundo estimativas da Boeing, para 2035 quase 80% dos novos aparelhos na Europa serão de fuselagem estreita e de corredor único.