BPI financia projectos “World of Wine” em Vila Nova de Gaia

O investimento total que permitirá criar o complexo “World of Wine” (WoW), é de 100 milhões de euros, e o BPI é o único Banco envolvido no projecto, numa operação realizada no âmbito das linhas de apoio à reabilitação urbana IFRRU2020 e Jessica, num total de 58 milhões de euros e com prazo de 20 anos.

O BPI e o Grupo The Fladgate Partnership, detentor das marcas Taylor’s, Croft, Fonseca e Krohn, celebraram acordos de financiamento para o projecto de recuperação dos antigos armazéns de Vinho do Porto, que dará origem à criação do complexo “World of Wine” (WoW), um parque de experiências culturais e de lazer com forte vocação na educação vínica, situado no centro histórico de Vila Nova de Gaia.

Os financiamentos do BPI, o único Banco envolvido no projeto, ascendem em termos globais a 58 milhões de euros com prazo máximo de 20 anos e serão realizados ao abrigo das linhas de apoio à reabilitação urbana, IFRRU2020 e JESSICA.

O acordo foi celebrado por Pedro Barreto, administrador do BPI e Adrian Bridge, presidente do Conselho de Administração da Taylor’s, na presença do presidente da Comissão Directiva da Estrutura de Gestão do IFRRU2020, Abel Mascarenhas e da vogal executiva Dina Ferreira.

Com abertura prevista para 2020, os projectos prevêem a criação de 320 postos de trabalho. Estima-se que o WoW receberá mais de 1 milhão de visitas por ano quando atingir a velocidade de cruzeiro.

O complexo integrará cinco museus temáticos – sobre os vinhos portugueses, a evolução dos copos de bebida, cortiça, a história da cidade do Porto e da região Norte, e ainda sobre a indústria da moda e do design, bem como uma escola de vinhos, 12 espaços de restauração, um espaço para eventos e exposições temporárias, um conjunto de pequenas lojas de artesanato tradicional da região e estacionamento subterrâneo.