Bragança acolhe mais uma edição do Smart Travel

O Smart Travel 2017, que decorre nos dias 30 de Novembro e 1 de Dezembro, em Bragança, vai debater o futuro do turismo em cidades inteligentes de pequena e média dimensão, enquanto alternativa para o turista que procura um destino único, diferenciador e inteligente.

Charles Wolfe, especialista mundial em urbanismo e cidades, marca presença neste evento e partilha o seu conhecimento desafiando entidades locais a ir além da observação urbana.

Durante dois dias, serão apresentadas novidades que pretendem colocar ênfase no desenvolvimento económico, social e sustentável dos territórios de baixa densidade, especialmente das cidades e regiões periféricas, através de alternativas inteligentes para atrair turistas que valorizam a originalidade e autenticidade de cada destino.

Hernâni Dias, presidente da Câmara Municipal de Bragança, refere que a cidade “organiza, desde 2014, este evento de grande importância nacional e internacional, uma vez que coloca Bragança como centro da discussão global sobre o futuro do turismo nas regiões periféricas, estando em linha com o posicionamento de cidade criativa e inteligente para o qual temos vindo a trabalhar”.

O Smart Travel teve a primeira edição em 2014. Neste evento, uniram os tópicos de Cidades Inteligentes e Turismo e Destinos Inteligentes, criando uma reflexão e debate sobre o que estava para chegar. A cidade de Bragança e a região do Nordeste Transmontano tornaram-se um epicentro da discussão global sobre o futuro do turismo em regiões periféricas, áreas protegidas e como preservar o património cultural e natural garantindo um retorno justo para as populações através de uma estratégia baseada em sustentabilidade, criatividade e inovação.