Brussels Airlines expande o Hi Belgium Pass

Após um início bem-sucedido no passado mês de Abril, o Hi Belgium Pass está em expansão. A iniciativa da Brussels Airlines, Aeroporto de Bruxelas, caminhos-de-ferro belgas e organismos de turismo incluindo agora seis cidades belgas adicionais, perfazendo um total de 13.

Com o Hi Belgium Pass turistas de 18 países europeus, 50 aeroportos, têm acesso a um voo de ida e volta para a Bélgica com a Brussels Airlines, viagens ilimitadas de comboio em toda a Bélgica durante a sua estadia e acesso gratuito a diversas atracções turísticas em duas cidades belgas à sua escolha. Graças ao esforço conjunto de todas as organizações participantes, este passe único está disponível pelo valor de 149€.

Até ao momento os portadores do passe podiam escolher entre Bruxelas, Antuérpia, Bruges, Ghent, Leuven, Liège ou Mechelen. Agora a oferta expande-se a seis novas cidades, concretamente Ieper, Charleroi, Eupen, Mons, Louvain-la-Neuve e Tournai. O passe incluirá, entre outros, o Museu dos Campos da Flandres e o Belfort em Ieper, o Museu de Belas Artes de Charleroi, o Centro Internacional de Arte IKOB em Eupen, o Museu Hergé em Louvain-la-Neuve, o Museu Memorial em Mons, o Museu da Marioneta e o Museu da Tapeçaria em Tournai.

Vários milhares de europeus já viajaram para a Bélgica com o Hi Belgium Pass. As cidades mais populares até agora foram Bruges e Bruxelas. Destaca-se a popularidade do passe na Rússia, com um grande número de cidadãos russos a ter viajado e a planear viajar para a Bélgica com o mesmo. Depois da Rússia, Espanha e Áustria estão no topo da lista como os principais países que usam o passe para descobrir a Bélgica. Em média, os visitantes do Hi Belgium Pass ficam 3,6 dias no país, com a maioria a viajar em pares.