BTL pode atingir recorde de reuniões de negócios

Luiz da Gama Mór, director da TAP, e Fátima Vila Maior, directora da BTL, promoveram uma conferência de imprensa para darem a conhecer a importância das “rodadas de negócios” que se realizam durante a BTL – Feira Internacional de Turismo, que diferencia a feira das suas congéneres europeias.

Este ano vêm à BTL cerca de 400 hosted beyers entre convidados e inscritos voluntariamente, os quais nesta obtêm mesmo assim alguns apoios, segundo Fátima Vila Maior, com a responsável da BTL a adiantar que “já estão agendadas 1500 reuniões com os suppliers portugueses e 230 com brasileiros”.

Luiz Mór defendeu que este é o caminho carto para a BTL crescer “ter um foco numa feira profissional e diferenciar-se das grandes feiras europeias através da sua rodada de negócios”. O responsável da TAP sustentou mesmo que “esta á a melhor feira para o Brasil se vender na Europa e temos de ser capazes de demonstrar isso aos responsáveis dos Estados e da Embratur”.

Luiz Mór que integra a comissão do programa de hosted bayers, defendeu a estratégia que nos últimos anos tem sido seguida para a BTL, tendo afirmado que “as feiras genéricas, onde a BTL se enquadra, começaram a entrar em crise devido ao surgimento do online que aproximou mais as pessoas. A participação em feiras tornou-se cara”, concluindo que “foi preciso tornar a feira especializada criando um programa onde os hosted buyers possam vir comprar o destino Portugal mas também o Brasil ou outros países Lusófonos”.

A directora da BTL acrescentou que “hoje a feira conta com buyers que vêm para contactar com o produto, não só do nosso país” sendo “por isso que já contamos com muitos suppliers brasileiros”.